Por que é importante conhecer a capacidade de elevação de uma empilhadeira antes de a operar?

As empilhadeiras são equipamentos de transporte de cargas comumente usados em armazéns, depósitos e em demais departamentos que necessitem de uma movimentação de cargas constante. Da mesma forma que o seu uso costuma ser comum, também são comuns os acidentes com esse equipamento: desde tombamentos, a atropelamento e quedas.

>> Confira no nosso artigo mais detalhes sobre as empilhadeiras e seus riscos no local de trabalho <<

A Norma Regulamentadora que rege as principais recomendações em Saúde e Segurança do Trabalho no uso de empilhadeiras é a NR-11, que trata sobre o transporte e movimentação de cargas. Seu treinamento é obrigatório para os operadores de empilhadeiras, uma vez que define as suas limitações no desenvolvimento de tarefas que devem ser respeitadas para evitar qualquer tipo de problema.

Em geral, os operadores de empilhadeiras costumam se expor constantemente a condições adversas, seja por conta da superfície onde são apoiados e movimentados esses equipamentos, ou por causa da pressão de tempo para que as cargas sejam movimentadas. Por isso, é muito importante que esse profissional conheça todas as especificidades dessas máquinas antes de fazer o uso dela.

>> Conheça algumas ações de segurança para a operação de empilhadeiras de acordo com a NR-11 <<

Um dos maiores perigos no manuseio das empilhadeiras é o tombamento de cargas. O tombamento acontece quando existe um excesso de carga, quando o operador faz manobras arriscadas, quando há obstáculos no caminho, ou mesmo pela falta de experiência ao operar o equipamento.

empilhadeiras carga máxima

O maior risco para o caso de tombamentos não é necessariamente a queda das cargas em si, mas sim pelo fato de o volume ou o equipamento poder desabar sob o profissional que o opera, ou mesmo sob os pedestres que estão nos arredores.

Não podemos nos esquecer que as empilhadeiras são muito utilizadas no contexto de trabalho sob muita pressão, e em ambientes onde há outros profissionais fazendo diferentes atividades correlatas.

Por isso, o operador de empilhadeira precisa estar atento para a capacidade de carga e elevação dos equipamentos antes de começar a trabalhar.

Neste sentido, trazemos algumas recomendações que esses operadores de empilhadeiras precisam levar em consideração antes de lidar com cargas pesadas nesses equipamentos:

1. Entenda o centro de carga da empilhadeira

A estabilidade da empilhadeira ao longo das atividades de levantamento e carregamento é muito importante. Em primeiro lugar, a empilhadeira deve permanecer sempre na posição vertical, e qualquer outro movimento que desestabilize esse arranjo pode ser fatal para que haja uma queda.

Para garantir que isso não aconteça, o operador precisa saber qual é o centro de carga da empilhadeira em questão. Em geral, o centro de carga de uma empilhadeira costuma ser a distância da face vertical dos braços do garfo ao centro de gravidade da carga.

2. Confira os dados da empilhadeira em questão

Geralmente, a placa de dados da empilhadeira contém informações muito relevantes sobre a sua operação. Independentemente de o operador já ter realizado uma capacitação em NR-11, antes de operar uma empilhadeira, ele precisa ler seu manual e dados técnicos para que possa operar com segurança.

Nesses dados, apontamos algumas informações que podem ser relevantes, como: peso operacional, capacidade máxima nominal, modelo e número de série. Além disso, alguns manuais e placas de dados ainda oferecem informações sobre o gráfico de capacidade de carga. É muito importante que os operadores saibam os pesos que estão levantando para não exceder essa capacidade e operar com segurança. Caso contrário, a capacidade e a estabilidade da empilhadeira serão afetadas.

3. Evite ao máximo levantar pesos acima da capacidade de levantamento das empilhadeiras

Por mais que esta seja uma recomendação óbvia, muitos operadores, seja por questão de excesso da pressão de trabalho, seja simplesmente para testar a capacidade máxima do equipamento, ainda insistem em levantar pesos acima da sua capacidade máxima.

Mesmo quando falamos sobre pesos minimamente acima do indicado, isso raramente deve acontecer. Isto porque, ao levantar pesos além da sua capacidade, a empilhadeira torna-se instável.

Além disso, muitas empilhadeiras modernas têm um sistema de travagem rápida que impede que sejam levantadas cargas acima da sua capacidade – e, aliando esse mecanismo a um possível vento lateral, se tem o ambiente ideal para que haja o tombamento de carga do equipamento.

4. Capacite o operador de empilhadeira e implemente uma cultura de segurança do trabalho na sua empresa

Empresas que adotam e aplicam uma cultura de segurança em suas organizações têm como benefícios a redução de acidentes, de lesões, de fatalidades e de custos. Como parte do seu programa de adoção de medidas de Saúde e Segurança do Trabalho, é uma obrigatoriedade dos empregadores fornecer aos seus operadores treinamento adequado para o motorista de empilhadeira.

As empilhadeiras só podem ser operadas por trabalhadores treinados e certificados. Nessa capacitação, o operador de empilhadeira deve saber como avaliar o peso levantado e o limite de carga recomendado de uma empilhadeira para levantar pesos apenas dentro desta faixa, nunca além.

O que acontece se o operador de empilhadeira não tiver certificação na hora de operar?

Para além dos acidentes citados anteriormente, como tombamentos, quedas e colisões, caso haja uma fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) ou de quaisquer outros órgãos relacionados com a Saúde e a Segurança dos trabalhadores, a empresa cujos operadores não têm uma certificação adequada em NR-11 podem ter de pagar uma multa e até mesmo ser fechadas.

Por isso, se você trabalha com estoques muito pesados, é muito importante conhecer a capacidade de carga e de elevação das empilhadeiras no seu local de trabalho, bem como oferecer o treinamento adequado para os seus funcionários.

Pensando nisso, a Beta Educação oferece um curso de capacitação para operadores de empilhadeiras (NR-11) para que você não precise se preocupar com riscos de acidentes e eventuais gastos desnecessários com multas e indenizações trabalhistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.