Cursos online: 6 dicas para aumentar a retenção dos alunos

24 de fevereiro de 2016

Um dos maiores desafios de gestores de RH, de treinamento e desenvolvimento, quanto a cursos na modalidade online é como aumentar a retenção dos alunos e garantir que todos tenham o mesmo aproveitamento quanto em cursos presenciais.

Separamos aqui seis dicas para que os alunos possam aproveitar ao máximo a realização de cursos online. Confira!

1. Determine prazos para a realização dos cursos online

Em cursos na modalidade presencial, os alunos possuem dias e horários determinados para comparecerem as aulas, isso aumenta a responsabilidade e faz com que o curso seja completado em um curto espaço de tempo.

Já em cursos online, por permitir uma maior flexibilidade devido aos cursos ficarem sempre disponíveis, muitos gestores acabam não definindo prazos, e os alunos quando possuem muita liberdade, acabam por muitas vezes procrastinando. A dica aqui é determinar um prazo um pouco maior do que seria necessário em um curso presencial, por exemplo, se o curso presencial fosse realizado em 5 dias corridos de 8h diárias, na modalidade online a empresa pode dar um prazo de 20 dias corridos.

2. Monitore constantemente o progresso dos alunos

Depois de definir os prazos para a realização dos cursos, é muito importante que os gestores responsáveis pelo andamento do curso, monitorem constantemente o progresso dos alunos, no caso da plataforma da Beta Educação isto pode ser feito pelo próprio gestor, já que a plataforma permite o monitoramento em tempo real, mas também pode ser feito em conjunto com a empresa fornecedora de curso.

A dica aqui é monitorar a cada cinco dias o progresso dos alunos, e fazer um contato com os alunos que ainda não iniciaram os cursos após o quinto dia. Isso pode trazer feedbacks sobre o porque o aluno não iniciou ainda, muitas vezes pode ser falta de comunicação, falta de local ou conexão para realização, ou alguma dificuldade do aluno com a plataforma.

3. Permita a troca de experiências

Uma dúvida constante entre os gestores é se os alunos terão a mesma troca de experiência que teriam em uma sala de aula por exemplo, onde todos os alunos estão próximos um do outro.

A verdade é que mesmo através de cursos online, os alunos podem ter a mesma troca de experiência, e talvez até a consigam em um nível maior, já que muitas vezes o aluno pode ter contato com outros colegas que estão em outras unidades da empresa.
Neste caso deve tanto o gestor quanto a plataforma deve permitir a interação, no caso da plataforma, fóruns de discussão e chats podem permitir essa troca, quanto aos gestores, a dica é conseguir uma sala de informática que possa ser compartilhada entre os alunos do curso, para que aja troca de informações.

4. Proporcione infraestrutura adequada

Para que o curso na modalidade online possa ser aplicado, os alunos no mínimo devem ter acesso a computadores e internet com uma velocidade considerável para navegabilidade entre o curso. A capacidade necessária de banda de internet depende da plataforma de cursos, no caso da Beta Educação os conteúdos são otimizados para que funcionem até em uma conexão de 3g.

Proporcionar a infraestrutura adequada já deve fazer parte do planejamento da realização dos cursos e não deve ser uma responsabilidade do aluno.

Em cursos normativos obrigatórios, as NRS (Veja todas as NR aqui) a empresa além de fornecer a infraestrutura, deve também garantir que o curso seja feito em horário de trabalho.

5. Motive os alunos

Essa responsabilidade deve ser dividida entre os gestores e a empresa fornecedora do treinamento. A motivação pode passar por vários pontos, como um conteúdo de qualidade que prenda atenção do aluno, uma plataforma com fácil navegação, a possibilidade de interação com outros alunos e o aprendizado adquirido ao longo do curso.
Por parte dos gestores, a responsabilidade de passar a conscientização da importância do ensino para a vida ou para a carreira do aluno, desenvolver programas de recompensas também é uma dica que funciona muito bem.

Em treinamentos normativos obrigatórios (NRs), motivar os alunos pode ser uma tarefa muito difícil para os gestores, já que muitos cursos devem ser renovados anualmente. A dica aqui é mostrar aos alunos que vão participar das renovações que o treinamento online vai permitir uma flexibilidade e um tempo de conclusão muito mais curto, do que seria em uma aula presencial.

6. Faça uma análise ao final do prazo

Lembra que falamos na primeira dica sobre a importância da definição de prazos para a realização dos cursos online? Este é um dos motivos, já que se o curso ficar sem prazo de realização, o gestor fica sem norte de quando deve avaliar o desempenho dos alunos e coletar feedbacks sobre o curso.

A dica aqui é, depois de fechado o prazo de realização do curso, o gestor deve mensurar quantos iniciaram e quantos foram aprovados no curso, gerando assim um índice de alunos aprovados. É muito importante também, coletar através de um formulário, informações sobre a avaliação dos alunos quanto ao conteúdo estudado, quanto a dificuldades que tiveram com a plataforma e se recomendariam o curso a colegas. Essa avaliação permite ao gestor uma noção dos desafios e qualidade ofertada pela instituição.

Essas dicas são baseadas em nossa experiência com os mais de 40 mil alunos e 2000 empresas que já passaram pela Beta Educação. Você tem outras sugestões? Que tal compartilhar conosco?

Você também irá gostar

  • Especial: A ergonomia muito além de seu conceito

    Especial: A ergonomia muito além de seu conceito

    A ergonomia pode ser definida de acordo com o dicionário Aurélio como a “ciência que visa à organização metódica do trabalho em função do fim proposto e das relações entre homem e a máquina” (Aurélio, p. 298, 2010). Desta forma, pensando na maior produtividade do trabalhador e em seu bem-estar, uma das atribuições do Técnico […]

  • O que é preciso saber sobre Legislação Trabalhista e Previdenciária em SST?

    O que é preciso saber sobre Legislação Trabalhista e Previdenciária em SST?

    Olá, no post de hoje iremos abordar um tema muito importante para todos os envolvidos na área de SST: A legislação trabalhista e previdenciária. A intenção deste post é apresentar de maneira simplificada os conceitos do acidente de trabalho nos termos legal e prevencionista e como ficará o envio dos dados do acidente com o […]

  • Por que o mês de Maio é Amarelo?

    Por que o mês de Maio é Amarelo?

    Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para a redução dos acidentes de trânsito e que surgiu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.  A ideia é mobilizar os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações […]