Prevenção de acidentes com máquinas e equipamentos NR-12

Hoje vamos falar de prevenção de acidentes com Máquinas e Equipamentos, conforme fala a NR-12. Neste post você irá descobrir as principais causas de acidentes e quatro princípios básicos para prevenção. Vamos lá?

Quando falamos de máquinas e equipamentos, a maior preocupação com o manuseio delas, é a integridade das mãos. Isso porque 35% dos acidentes de trabalho ocorrem nos membros superiores, segundo Anuário Estatístico da Previdência Social (AEPS-2013). Desses 60% são acidentes com as mãos e punhos. Isso porque as mãos são muito utilizadas nas mais diversas atividades do nosso cotidiano.

Além disso, por ser um membro complexo do ser humano, composto por nervos, tendões, tecidos e ossos, a recuperação é dolorosa e possui um custo muito elevado, isso faz com que muitos não completem a recuperação e acabem levando a situação até o final de suas vidas.

É um cenário triste, mas que pode ser evitado usando a prevenção. Dentre as principais causas de acidentes estão:

  • Violação da área de risco por parte do operador, exemplo: colocar a mão ou dedos em máquinas e engrenagens em movimento;
  • Máquinas sem proteção coletiva. Exemplo: Máquinas sem sensores de segurança ou defeituosos.
  • Máquinas que tiveram sensores bloqueados  pelos operadores

Para prevenção de acidentes com máquinas e equipamentos, vamos elencar 4 princípios básicos para prevenção:

1. Antes de começar a trabalhar, faça uma inspeção em sua máquina, verifique se está tudo correto;

2. Não execute nenhum tipo de serviço com dúvidas, procure resolver as dúvidas antes de começar a trabalhar;

3. Local de trabalho não é local de brincadeira e de ficar distraído, preste atenção no que você está fazendo;

4. Sempre utilize as proteções coletivas de sua máquina, jamais retire-as, para não correr o risco de acidente ou acidentar seus colegas.

A prevenção é sempre a melhor forma de evitar a incapacitação dos colaboradores nas empresas, além de ser também a alternativa mais barata. A falta de investimento em prevenção é o maior obstáculo para reduzir os acidentes de trabalho. Iniciativas como envolvimento da gestão no tema segurança do trabalho, diálogos diários de segurança (DDS), uso de EPI’s e EPC’s, capacitação constante e sinalização correta também contribuem para redução ou dos acidentes de trabalho.

Gostou do post? Deixe seu comentário!

Deixe seu comentário