Mapa de risco: O que é e para que ele serve?

  • 108 visualizações

Evitar a ocorrência de acidentes e garantir a segurança de toda a equipe durante a realização do trabalho diário é o objetivo de qualquer gerente dentro de uma empresa. Para isso, é necessária a elaboração do mapa de risco, uma representação gráfica baseada no layout da instituição, com os riscos presentes no local.

Através de círculos de diferentes tamanhos e cores, o mapa de risco tem o objetivo de informar e conscientizar os funcionários numa fácil visualização das ameaças presentes, sendo uma ferramenta essencial para a Segurança e Saúde do Trabalho.

Identificação dos riscos

No gráfico, cada risco é representado por uma cor e classificados por: físicos (representados pela cor verde), químicos (vermelho), biológicos (marrom), ergonômicos (amarelo) e de acidentes (pelo azul).

Além das cores, os círculos podem ser pequenos, médios ou grandes, dependendo do risco identificado. Quanto maior o círculo, maior é a ameaça existente no local de trabalho. Dessa forma, além de qualificar o risco, é possível quantificá-lo de forma simples e objetiva.

Veja abaixo, um exemplo de mapa de risco:

mapa-de-risco

Conscientização e participação dos funcionários

O Mapa de Risco é elaborado pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) com a orientação do Serviço Especializado em Engenharia e Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) da empresa. Ambos, tomam conhecimento dos trabalhos anteriores, levantam a planta do estabelecimento e obtém dados estatísticos para definir as prioridades.

Para garantir a sua efetividade, o gestor pode requerer a ajuda de profissionais especializados em medicina e segurança do trabalho, através da contratação de uma empresa terceirizada.

O gráfico deve ser afixado em local visível e de fácil acesso de todos os funcionários. Além de informar, o gráfico faz com que a equipe se torne mais cautelosa e mais preparada para lidar com as ocorrências laborais.

Quando pronto, ele serve de indicador do nível dos riscos e pode ser único para toda a empresa ou individualizado por setor. Ele também serve de estímulo para a busca de soluções e utilização de novos métodos de prevenção de acidentes.

Redução dos Acidentes de Trabalho

Assim como qualquer método de prevenção, o Mapa de Risco tem o objetivo final de reduzir o número de acidentes de trabalho e danos à saúde do trabalhador dentro da empresa.

Com a identificação dos riscos, integração e conscientização dos funcionários, o mapa se torna uma importante ferramenta de benefícios para a equipe e para a imagem da instituição.

Assegurar um ambiente de trabalho seguro e saudável garante funcionários empenhados e participativos, numa certeza de tranquilidade e produtividade para a companhia.

Qual a validade de um Mapa de Risco?

O mapa deve ser refeito sempre que houver qualquer alteração no ambiente ou processo de produção, uma vez que podem acarretar novos riscos para o local e para a equipe. Portanto ele não possui uma validade, deve ser sempre renovado de acordo com mudanças.

Quais empresas devem realizar o Mapa de Risco?

Toda empresa que apresentar risco em suas atividades devem realizar o mapa de risco, independente do número de funcionários, tamanho ou segmento da empresa.

Multa na falta do Mapa de Risco

Segundo a NR.1.7 Letra A, entendemos que qualquer item da NR descumprido é passível de multa. Por exemplo,  uma empresa com 500 colaboradores, a multa pode chegar a 3.500 reais.

Confira o site da Beta Educação, desenvolvemos a plataforma especialmente para empresas que desejam capacitar os seus colaboradores nos treinamentos obrigatórios em segurança e saúde do trabalho, de forma simples e centralizada.

Ficou curioso como funciona nossa plataforma? Clique em: Quero falar com um consultor da Beta Educaçãoficaremos felizes em conversar com você!

mapa de risco