Os 3 métodos de extinção de fogo

Hoje vamos falar de três métodos de extinção de fogo, você sabe quais são eles? Primeiramente, vamos falar sobre os efeitos do calor, depois dos três métodos de extinção.

Efeitos do Calor

Para começar, vamos entender melhor quais são os efeitos do calor:

  1. Eleva a temperatura;
  2. Aumenta o volume (expande);
  3. Muda o estado físico da matéria;
  4. Muda o estado químico da matéria.

Ou seja, quais são os efeitos do calor sobre o ser humano?

O calor é a causa direta de queimaduras e de outras formas de danos pessoais. Do mesmo modo, os danos causados pelo calor incluem desidratação, insolação, fadiga e problemas para o aparelho respiratório. Além de queimaduras, que nos casos mais graves podem levar até a morte.

Que tal treinar sua equipe para que ela esteja preparada e pronta para atuar na prevenção ao combate à incêndio? Forneça nosso Curso Online em vídeo aulas para seus colaboradores!

Métodos de extinção de fogo

Agora vamos conhecer os três métodos de extinção de fogo, são eles:

  • Retirada do material combustível (RMC);
  • Resfriamento
  • Abafamento.
Método de extinção do fogo: Triangulo do fogo

Retirada do material combustível (RMC)

É a forma mais simples de se extinguir um incêndio, pois se baseia na retirada do material combustível, ainda não atingido, da área da propagação do fogo, interrompendo a alimentação da combustão. Método também  denominado de RCM, corte ou remoção do suprimento do combustível.

Exemplo: fechamento da válvula ou interrupção de vazamento de combustível líquido ou gasoso, retirada de materiais combustíveis do ambiente em chamas, realização de aceiro, etc.

Resfriamento

É o método mais utilizado, pois consiste em diminuir a temperatura do material combustível que está queimando, diminuindo, consequentemente,  a liberação de gases ou vapores inflamáveis. A agua é o agente extintor mais usado, por ter grande capacidade de absorver calor e ser facilmente encontrada na natureza.  A redução da temperatura está ligada á quantidade e á forma de aplicação da água (jato), de modo que ela absorva mais calor que o incêndio é capaz de produzir. É útil o emprego de água onde queimam combustíveis com baixo ponto de combustão (menos de 20ºC), pois a água resfria até a temperatura ambiente e o material continuará produzindo gases combustíveis.

Abafamento

O abafamento consiste em diminuir ou impedir o contato do oxigênio  com o material combustível. Ou seja, não havendo combruente para reagir com o combustível, não haverá fogo.

Como exceção, estão os materiais que tem oxigênio em sua composição e que queimam sem a necessidade do oxigênio do ar, como por exemplo, os  peróxidos orgânicos e o fósforo branco.

Conforme a diminuição do oxigênio em contato com o combustível vai tornando a combustão mais lenta, até a concentração de oxigênio chegar próximo de 8%, onde não haverá mais combustão.

Colocar uma tampa sobre o recipiente contendo álcool em chamas, bem como colocar um copo voltado de boca para baixo sobre uma vela acesa, são duas experiências práticas que mostram que o fogo se apagará tão logo se esgote o oxigênio em contato com o combustível.

Pode-se abafar o fogo com o uso de materiais diversos, como areia, cobertores, vapor d’água, espumas, pós e gases especiais.

Gostou do artigo? Ficaríamos muito felizes com seu comentário ou se você compartilhar para outras pessoas.

Deixe seu comentário