Ferramentas manuais de trabalho podem representar riscos?

3 de abril de 2018

As ferramentas manuais podem parecer inofensivas, mas podem esconder riscos gravíssimos quando manuseadas de forma incorreta.

Os trabalhadores precisam de treinamentos para as operações com ferramentas. Muitos acidentes são causados por elas, seja pelo mau uso ou pela falta de manutenção.

Treinamentos e orientações significam mais segurança e menos acidentes envolvendo ferramentas manuais de trabalho.

Já imaginou um alicate caindo de uma altura de 10 metros e atingindo a cabeça de uma pessoa?

Provavelmente ela não sobreviveria, devido a força de impacto que ela sofreria ou no mínimo, ficaria com sequelas graves.

Selecionamos algumas dicas para o manuseio e manutenção correta das ferramentas manuais e evitar riscos.

Cuidados no uso de ferramentas manuais

  • As ferramentas manuais devem ser entregues de maneira segura e nunca jogadas para outra pessoa;
  • Nunca deixe espalhadas pelo chão ou em andaimes, isso pode provocar acidentes como escorregões ou quedas e acabar atingindo alguém;
  • Não transportar ferramentas pontiagudas nos bolsos, sempre condicionadas em caixas apropriadas ou em cintos adequados feitos para essa finalidade;
  • O içamento deve acontecer por baldes ou bolsas que resistam ao peso e nunca pelo trabalhador, o mesmo para descê-las;
  • Após o uso, devem ser guardadas em local correto;
  • Usar sempre o equipamento de proteção individual;
  • Na entrega da ferramenta, manter sempre o cabo ou alça voltado para a pessoa que está recebendo.

Cuidados com a manutenção das ferramentas

  • Após o uso realizar a limpeza, isso irá manter a durabilidade da ferramenta;
  • Verificar se todas as peças estão em perfeito estado de uso, como cabos de madeiras sem farpas, borrachas com aderência e devidamente lubrificadas;
  • Mantê-las regularmente afiadas;
  • Seguir sempre as recomendações e instruções dos fabricantes;
  • Use a ferramenta correta para cada tipo de trabalho.

Outras dicas importantes

  • Adquira ferramentas de qualidade e procedência;
  • Inspecione periodicamente as ferramentas;
  • Mantenha um estoque de ferramentas extras;
  • Guarde em local seguro e organizadas;
  • Descarte as ferramentas impróprias para o uso;
  • Considere repará-las, se possível, dentro dos limites de segurança sem apresentar riscos.

 

Os treinamentos são essenciais para manter o ambiente e as pessoas seguras, afinal, ninguém quer correr riscos no local de trabalho e sofrer um acidente.

No curso de EPI (Equipamento de Proteção Individual), são abordados as informações necessárias para o uso, limpeza e conservação dos EPI’s.

Ter em mente a conscientização dos profissionais e a importância dos equipamentos de proteção na prevenção de acidentes.

As práticas de prevenção de acidentes não devem acontecer de vez em quando, mas serem ativas e rotineiras.

Você também irá gostar

  • Especial: A ergonomia muito além de seu conceito

    Especial: A ergonomia muito além de seu conceito

    A ergonomia pode ser definida de acordo com o dicionário Aurélio como a “ciência que visa à organização metódica do trabalho em função do fim proposto e das relações entre homem e a máquina” (Aurélio, p. 298, 2010). Desta forma, pensando na maior produtividade do trabalhador e em seu bem-estar, uma das atribuições do Técnico […]

  • O que é preciso saber sobre Legislação Trabalhista e Previdenciária em SST?

    O que é preciso saber sobre Legislação Trabalhista e Previdenciária em SST?

    Olá, no post de hoje iremos abordar um tema muito importante para todos os envolvidos na área de SST: A legislação trabalhista e previdenciária. A intenção deste post é apresentar de maneira simplificada os conceitos do acidente de trabalho nos termos legal e prevencionista e como ficará o envio dos dados do acidente com o […]

  • Por que o mês de Maio é Amarelo?

    Por que o mês de Maio é Amarelo?

    Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para a redução dos acidentes de trânsito e que surgiu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.  A ideia é mobilizar os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações […]