27 de novembro – Dia do técnico em Segurança do trabalho

O dia 27 de novembro é utilizado para homenagear o técnico em segurança do trabalho. A data foi escolhida em 1985, após a industrialização em massa no Brasil ter causado muitos acidentes de trabalho. No ano em questão, a profissão foi regulamentada, mas ela já vinha sendo exercida por vários profissionais.

Este profissional é de extrema importância em muitas empresas, pois é ele quem garante a segurança no ambiente de trabalho. Sendo assim, a seguir veremos o que faz um técnico em segurança do trabalho e dicas de como ser um bom profissional.

O que faz um técnico em segurança do trabalho?

O técnico em segurança do trabalho tem como função prevenir, proteger e conscientizar os trabalhadores e a empresa a respeito dos riscos de acidente durante o expediente de trabalho. É ele quem faz a análise de risco dentro de uma empresa para conferir se ela é segura para o funcionário ou se será preciso fazer alterações e modernizações para deixar o ambiente mais seguro.

Este profissional é essencial e obrigatório em muitas empresas, principalmente aquelas de médio a grande porte ou que trabalham com substâncias e maquinários que podem colocar a vida dos trabalhadores em risco. Aliás, o técnico em segurança do trabalho não precisa ser, necessariamente, contratado pela empresa como funcionário. Ele pode trabalhar como consultor. 

Qual é o perfil do técnico em segurança do trabalho?

Um bom técnico em segurança do trabalho precisa conhecer as Normas Regulamentadoras (NRs), ter um olhar analítico, ser crítico e saber qual é a melhor forma de resolver os problemas que encontra.

Tudo isso é importante, pois em seu dia a dia de trabalho ele precisa fazer relatórios de riscos, saber identificar o que não está de acordo com as NRs, propor soluções para que a empresa possa aplicar e evitar acidentes e multas.

O conhecimento técnico é aprendido durante o curso técnico que é necessário fazer para poder atuar na área. O curso tem duração média de 2 anos. 

Dicas de como ser um bom técnico em segurança do trabalho

Conheça a empresa onde trabalha

Conhecer toda a estrutura física da empresa é essencial para fazer uma boa análise com a intenção de prevenir acidentes de trabalho. Além disso, é importante conhecer quais são as substâncias e maquinários utilizados pela empresa para dar um suporte tanto em dicas de como manusear esses itens, bem como sobre a melhor forma de armazená-los.

Seja próximo dos funcionários

São os funcionários que trabalham diariamente na empresa e que estão mais expostos a riscos de saúde e segurança. Sendo assim, eles podem dar dicas para o técnico em segurança do trabalho sobre riscos que eles possam estar presenciando, mas que passou despercebido pelo técnico ou que começou a acontecer há pouco tempo.

Por isso, é essencial ser próximo dos funcionários, trate eles com respeito e nada de ficar brigando com eles ou levantando a voz. Assim, eles também retribuem o respeito e podem confiar mais no técnico.

Saiba organizar bem o tempo

É possível que o técnico trabalhe com uma equipe reduzida ou seja somente ele o profissional que trabalhe com a parte de segurança do trabalho na empresa. Por isso, é importante que saiba organizar bem o seu tempo, bem como os processos que ele realiza diariamente.

Tenha domínio de português e de informática

No dia a dia de trabalho, o profissional vai se deparar com relatórios para fazer ou até mesmo apresentações. Sendo assim, é importante ter um bom conhecimento de português para que o relatório não tenha erros de gramática e que saiba usar, ao mesmo, o Excel, Power Point, Word ou programas similares.

Mantenha-se atualizado

Por fim, mas não menos importante, é essencial se manter atualizado. Isso se refere às novas alterações em NRs ou mesmo em melhores práticas para manter um ambiente de trabalho seguro. Isso pode ser feito por meio de leitura de blogs e canais de informações ou com cursos de especialização.

O técnico em segurança do trabalho é um profissional muito importante para manter a segurança dentro da empresa. Ele tem o dever de identificar riscos e, assim, evitar acidentes. O que, por consequência, assegura a saúde o bem-estar dos trabalhadores e da empresa.

Acesse nosso artigo sobre os desafios do técnico em segurança do trabalho ao entrar em uma nova empresa.

Conheça os nossos cursos relacionados à segurança do trabalho e de NRs.

Deixe seu comentário