Quando é preciso fazer cursos de reciclagem em segurança do trabalho?

Qualquer empresa que preze pelo bem-estar e pela saúde de seus colaboradores investe em cursos de capacitação e treinamento em segurança do trabalho. Como já citamos anteriormente neste artigo, grandes multinacionais como a Amazon treinam seus funcionários continuamente – isto porque não basta apenas garantir o recrutamento de bons profissionais, mas também garantir que o colaborador tenha as ferramentas e o conhecimento necessários para garantir sucesso no seu trabalho.

No Brasil, as Normas Regulamentadoras – as NRs – trazem um conjunto de regras e requisitos que devem ser cumpridos por empresas de qualquer porte, natureza, ramo ou segmento. No total, são 37 normas destas que abrangem os mais variados tipos de atividade, e estabelecem padrões para reduzir o número de acidentes e doenças no ambiente ocupacional.

Dentro deste escopo, atribuir aos colaboradores um treinamento adequado de acordo com as normas é fundamental para promover um ambiente de trabalho com mais qualidade, segurança e produtividade. Essas capacitações em NRs são obrigatórias em todas as organizações, em acordo com as atividade que são realizadas em cada empresa.

Qual a diferença entre capacitação e reciclagem?

Como dito anteriormente, os treinamentos são de extrema necessidade para a prevenção de acidentes, e como forma de preservar a saúde física e mental dos colaboradores. São durante essas capacitações que os colaboradores podem tomar conhecimento dos riscos e das principais medidas de segurança para a prevenção de acidentes e doenças.

Já os cursos de reciclagem para as NRs são necessárias em três ocasiões:

  1. Quando o treinamento perde a validade;
  2. Quando o funcionário muda de empresa;
  3. Quando a NR é atualizada.

Em geral, as NRs estabelecem que os treinamentos devem ser periódicos, ou seja, revalidados de tempos em tempos.

A importância das reciclagens se dá principalmente no sentido de que é preciso uma atualização constante do trabalhador em relação aos requisitos da norma, às rotinas de segurança da empresa, e à sua própria percepção de perigos para um comportamento seguro.

Cada norma tem uma frequência de reciclagem diferente, por isso separamos as principais oferecidas pela Beta Educação e como está previsto em lei para que seja feita a devida reciclagem do colaborador:

1) Reciclagem em NR-10 e NR-10 Complementar

A importância da norma para profissionais que trabalham com eletricidade diz respeito principalmente aos acidentes que podem acontecer em situações de risco iminente. (Imagem: Freepik)

Essa é a norma que trata sobre noções de segurança para profissionais que trabalham diariamente com eletricidade. Por conta da sua importância, é exigido que a reciclagem seja feita de 2 em 2 anos. Já o curso de capacitação em NR-10 Complementar serve para treinar eletricistas ou profissionais envolvidos com alta tensão elétrica.

2) Reciclagem em NR-11

Apesar de a foto representar um trator, a movimentação de cargas pode ser realizada por uma gama de máquinas, como empilhadeiras, talhas, pontes rolantes e rebocadores. (Imagem: Freepik)

A NR-11 diz respeito à saúde e segurança dos colaboradores durante o manuseio de equipamentos para movimentação de cargas, como empilhadeiras, talhas, pontes rolantes e rebocadores. O texto da norma afirma que deve haver reciclagem sempre que houver modificações significativas nas instalações.

>> Confira o treinamento online de Reciclagem em NR-11 (Operador de Empilhadeiras) da Beta Educação <<

3) Reciclagem em NR-20

Apesar de ser muito necessária para colaboradores que trabalham em postos de gasolina, a NR-20 também para trabalhadores que entram na área ou local de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis. (Imagem: Freepik)

A NR-20 trata sobre os riscos com inflamáveis e combustíveis. O treinamento básico deve ocorrer de 3 em 3 anos, enquanto que o intermediário, deve ter uma reciclagem de 2 em 2 anos.

>> Saiba qual a diferença entre líquidos inflamáveis e combustíveis no nosso artigo <<

4) Reciclagem em NR-33

Funcionários que costumam trabalhar em espaços confinados costumam sofrer vários riscos, como aterramentos ou quedas. (Imagem: Infobloom)

A NR-33 fala diretamente sobre noções de segurança e saúde para colaboradores que trabalham em espaços confinados. Como é um trabalho que exige bastante cuidado, especialmente devido ao uso de equipamentos, essa reciclagem deve ocorrer anualmente.

5) Reciclagem em NR-35

Os riscos de trabalho em altura costumam ser muitos. Por isso que a capacitação em NR-35 é tão importante, e deve ser constantemente atualizada. (Imagem: Dreamstime)

Essa norma versa principalmente sobre segurança de trabalhos em altura, que são constantes na área da construção civil, por exemplo. A reciclagem para os colaboradores que trabalham com a NR-35 deve acontecer de 2 em 2 anos.

>> Conheça o que se aprende em um curso de trabalho em altura (NR-35) no nosso artigo <<

A Beta Educação recomenda fortemente que todas as empresas estejam atentas para as normas que pedem reciclagem em suas capacitações. Confira abaixo a nossa lista completa de treinamentos em Saúde e Segurança do Trabalho.

Deixe seu comentário